Klasse!

(41) 2141-0565

Facebook Twitter Linkedin RSS

BLOG

28/04/2016 08h35 - por KAKOI Comunicação

Cinco dicas para aumentar a produtividade das equipes em tempos de crise

Cinco dicas para aumentar a produtividade das equipes em tempos de crise

Quem não perdeu o foco nas últimas semanas diante da crise política. Conseguir se concentrar no trabalho com tanta coisa acontecendo no país se tornou uma tarefa árdua. Entretanto, em um momento com tanta coisa acontecendo, precisamos aprender a aprimorar nosso foco e a nossa capacidade de concentração para alcançarmos resultados efetivos.

Reunimos algumas dicas que vão ajudar gestores e equipes a aumentarem a produtividade diante de tantas distrações. Confira:

1 – Conheça a sua equipe

Você só vai saber se a sua equipe está produzindo com eficiência se tiver informações sobre isso. Assim, é importante estabelecer indicadores de performance e analisar se o seu time está utilizando seu potencial de forma plena. Tenha em mente que pressionar o time para conseguir mais é totalmente diferente de suportar o time para produzir mais. Por isso, escute a sua equipe, converse com ela, seja um líder coach e ajude seus colaboradores a identificar seus pontos fortes, além de envolvê-los em atividades e posições em que poderão oferecer o seu melhor.

2 – Identifique quais são os ladrões de produtividade

Alguns ladrões de produtividade são velhos conhecidos no mundo corporativo:

- subestimar/superestimar o tempo exigido para executar uma atividade
- reuniões desnecessárias
- uso excessivo do e-mail
- interrupções constantes
- smartphones

Incentive mudanças nesses comportamentos: utilize time sheets, envolva quem realmente precisa ser envolvido em uma reunião e tenha claros os objetivos da sua realização, reserve um tempo para ler e responder e-mails e quando for falar com alguém, planeje-se – é importante respeitar o tempo alheio. Os telefones da nova geração são maravilhosos e ninguém mais vive sem eles, mas existem várias configurações de “não perturbe” nos aplicativos mais populares que são muito úteis.

Converse com a sua equipe e conscientize a todos – inclusive você mesmo – da importância em atentar para estes comportamentos. Afinal, todo mundo quer ter uma vida além do trabalho, não é?

3 – Corte o que não é necessário

Relatórios só são úteis se não forem engavetados. Um fornecedor que requer muita atenção e supervisão para entregar precisa ser re-avaliado. E, infelizmente, colaboradores que têm todas as condições para produzir e não estão performando devem ser desligados. Por isso, a comunicação é fundamental. É preciso que todos entendam o que precisa ser feito e devem ser alertados quando os resultados não estão de acordo com o esperado. Se após feedbacks recorrentes nada mudar, é hora de seguir em frente e procurar um novo candidato para aquela posição.

4 – Invista em desenvolvimento

É óbvio que o trabalho tem que ser bom para a empresa, mas tem que ser ótimo para quem executa. Investir em treinamento e desenvolvimento combina a realização de objetivos pessoais e organizacionais. Pessoas capacitadas para exercer suas funções rendem mais, trabalham mais tranquilas, se cansam menos, assumem o controle de suas atividades e precisam de menos supervisão. Esse ciclo virtuoso libera o gestor para focar em outras entregas, assim, ele também se cansará menos e conseguirá estar mais próximo de quem realmente precisa.

5 – Reconheça a importância de equilibrar a vida profissional com a vida pessoal

É muito complicado produzir enquanto se trava uma batalha diária contra a ansiedade e o esgotamento físico ou mental. Muitas empresas oferecem programas de Qualidade de Vida no trabalho, seja, então, um gestor parceiro da área de Recursos Humanos e incentive a sua equipe a aderir às atividades propostas e usufruir dos benefícios oferecidos.

A situação do país é instável sim. E talvez essa instabilidade se prolongue por muitos meses. É preciso ter foco, principalmente pra manter a economia girando, criar novos empregos e oportunidades de desenvolvimento.

Fonte: Portal Administradores

0 Comentários

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!